Sobre o batismo

[Por: William Ames]

“…5. O batismo é o sacramento de iniciação ou regeneração.

6. Embora ele [o batismo] sele todo o pacto da graça em todos os crentes, quando ele é especialmente feito em nosso favor, ele representa e confirma nosso próprio enxerto em Cristo. Romanos 6:3,5Fomos batizados em Cristo Jesus…tendo sido unidos a Ele;1 Coríntios 12:13Fomos batizados em um só corpo.

7. Desde o tempo de nosso primeiro enxerto em Cristo pela fé, um relacionamento de justificação e adoção ocorreu. Como o sacramento deste enxertar, o batismo significa a remissão dos pecados, Marcos 1:4. E significa, também, a adoção na qual somos consagrados por ele ao Pai, Filho e Espírito Santo, cujos nomes são pronunciados sobre o batizado.

8. E porque a santidade sempre vem de Cristo para aqueles que são enxertados, a todo o fiel, o batismo é também o selo da santificação. Tito 3:5, “Ele nos salvou…pelo lavar da regeneração e renovação do Espírito SantoRomanos 6:4-6.

9. E visto que a glorificação não pode ser separada da verdadeira santidade, ele [o batismo] é ao mesmo tempo o selo da glória eterna, Tito 3:7, “Para que, sendo justificados pela sua graça, fôssemos feitos herdeiros segundo a esperança da vida eterna;Romanos 6:8Ora, se já morremos com Cristo, cremos que também com ele viveremos.

10. Porque estes benefícios são selados pela iniciação no batismo, deve ser notado, primeiro, que o batismo é para ser administrado somente uma vez. Há somente um princípio da vida espiritual pelo novo nascimento, assim como há apenas um princípio da vida natural pelo nascimento.

11. Segundo, o batismo deve ser administrado a todos aqueles que estão no pacto da graça, porque ele é o primeiro selo do pacto no qual eles agora entraram.”…
___________________________________________________________________
William Ames – The Marrow of Theology, p.181-182
Fonte – Monergismo
Tradução – Felipe Sabino
OUTRAS OBRAS