Quando as orações serão atendidas?

[Por: Christopher Love]

“…1. Deus não aceita a pessoa por causa da oração, mas a oração por causa da pessoa. Lemos em Gênesis 4:4: “atentou o Senhor para Abel e para a sua oferta”. Deus atentou primeiro pra Abel e depois para o seu sacrifício. Deus aceitou o serviço de Abel porque sua pessoa estava em um estado de graça para com Ele. Deus deve estar em primeiro lugar satisfeito com o trabalhador antes que Ele possa aceitar o seu trabalho. Isso também é visto em Hebreus 11:5: “Pela fé Enoque foi trasladado para não ver a morte, e não foi achado, porque Deus o trasladara; visto como antes da sua trasladação alcançou testemunho de que agradara a Deus”. Agora, sem a fé em Cristo para justificar a sua pessoa, você não pode agradar a Deus. Aqui reside a grande diferença entre os Papistas e nós. Os Romanistas dizem que as obras justificam a pessoa; nós dizemos que a pessoa justifica as obras, pois fazei a árvore boa e o seu fruto necessariamente será bom.

2. Até que sejamos trazidos a esse estado de reconciliação, não temos nenhuma participação na intercessão, satisfação e justiça de Jesus Cristo. E até que tenhamos uma participação nos mesmos, nossas orações não podem ser aceitas. Jacó não pôde receber a bênção do pai, senão com as vestes de seu irmão mais velho; assim também não podemos receber qualquer coisa das mãos de Deus, senão vestidos nas vestes de Cristo. Nenhuma oração pode ser aceita por Deus, senão na e através da intercessão de Jesus Cristo. Se Cristo não é um intercessor no céu, nenhuma oração será ouvida na terra. Em Apocalipse 8:3, está escrito: “e veio outro anjo, e pôs-se junto ao altar, tendo um incensário de ouro; e foi-lhe dado muito incenso, para o pôr com as orações de todos os santos sobre o altar de ouro, que está diante do trono”. A palavra em Grego tem este propósito: que Ele adicionaria orações às orações dos santos. É como se a oração de Cristo e de um crente fossem uma só. Em Isaías 56:7, Deus promete: “Também os levarei ao meu santo monte, e os alegrarei na minha casa de oração”. Nossas orações são como muitas cifras sem significado até que a intercessão de Cristo seja adicionada a elas. Sem isso, nossas orações não podem ser aceitas.

3. Até que nós estejamos em um estado de amizade e reconciliação, não temos a ajuda do Espírito de Deus para nos auxiliar; e se não temos a assistência do Espírito Santo, jamais encontraremos aceitação diante dEle. Todos os pedidos que não são ditados pelo Espírito, nada são senão os sopros da carne, coisas que Deus não considera. Agora, até que sejamos reconciliados com Deus, não podemos ter o Espírito. Gálatas 4:6: “E, porque sois filhos, Deus enviou aos vossos corações o Espírito de seu Filho, que clama: Aba, Pai”. Assim, pois, até que vocês sejam filhos, vocês não podem ter o Espírito. Tendo falado sobre as razões, venho agora para a aplicação.“…
___________________________________________________________________
Christopher Love – When Will Prayers be Heard?
Fonte – www.APuritansMind.com
Tradução – www.OEstandarteDeCristo.com