Sião – A habitação de Deus

[Por: Thomas Shepard]

Se os teus filhos guardarem a minha aliança, e os meus testemunhos, que eu lhes hei de ensinar, também os seus filhos se assentarão perpetuamente no teu trono.
Porque o Senhor escolheu a Sião; desejou-a para a sua habitação, dizendo:
Este é o meu repouso para sempre; aqui habitarei, pois o desejei.
Abençoarei abundantemente o seu mantimento; fartarei de pão os seus necessitados.
[Salmos 132:12-15]

Cantando o Salmo 132: 12-15 em público (culto), eu fui docemente revigorado vendo a razão pela qual o povo de Deus, se eles guardam Sua aliança, não seriam abandonados por Ele [quando eles estão] na comunhão da igreja, porque o Senhor desejou estar com o Seu povo, Ele se recusou a se afastar. Meditando nisso, quando cheguei em casa, vi um forte motivo para querer Deus, nosso Deus:

(1) porque Ele faz a escolha de seu povo em Sion acima de todos os lugares e pessoas do mundo;
(2) porque quando isso é feito Ele deseja que nunca mais sejam separados por qualquer pecado, novamente;
(3) porque quando isso é feito, Ele tem pleno contentamento e descansa quando SE alegra com seu povo;
(4) porque ele promete habitar sobre ela, não porque eles são bons, mas porque ele se deleita neles.”
___________________________________________________________________
Thomas Shepard – Journal (January 2, 1642), in Michael McGiffert, God’s Plot: Puritan Spirituality in Thomas Shepard’s Cambridge, p. 108
Fonte – Virginia is for Huguenots
OUTRAS OBRAS

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s